Blog Daora

Topo
Blog Daora

Blog Daora

O hambúrguer mais copiado do Brasil

Pedro Marques

01/02/2019 17h04

O Cheddar McMelt só é encontrado no Brasil e está entre os três sanduíches mais vendidos do McDonald's brasileiro (crédito: Divulgação)

Com o aumento dos food trucks e o surgimento de uma nova leva de hamburguerias nos últimos anos, uma coisa ficou clara: o sanduíche que o brasileiro ama, de coração, na verdade é o Cheddar McMelt, do McDonalds. Apesar de não ter feito um estudo detalhado sobre o assunto para comprovar a tese, apresento aqui algumas informações.

O Cheddar McMelt – hambúrguer, cheddar derretido, cebola grelhada ao shoyu e pão escuro com gergelim – só existe no Brasil. Ele foi criado a partir de um sanduíche sazonal lançado em 1988 nos Estados Unidos, chamado Cheddar Melt, que ficou pouco tempo no cardápio das lojas norte-americanas.

O sanduíche que inspirou a versão brasileira (crédito: Divulgação)

No Brasil, ele chegou em 1994 e também seria um hambúrguer temporário. "A ideia era ficar por tempo limitado no cardápio, mas por causa da aceitação do público, ficou para sempre", conta João Branco, diretor sênior de marketing do McDonald's Brasil.

Um dos motivos para o sucesso do sanduba é o próprio cheddar. É o queijo mais vendido no Reino Unido, sua terra natal, e é feito com leite cru. Sua textura é mais firme que cremosa, enquanto sua cor é branca ou amarela, dependendo da idade (alguns são envelhecidos por mais de um ano). A maioria do cheddar vendido no Brasil, por sua vez, é um queijo industrial e processado, que leva corante para ter a cor laranja.

O que importa é que, desde então, o McMelt é um dos sanduíches mais vendidos da rede de fast-food no país. Como era de se esperar, o McDonald's não revela seus números de vendas, mas afirma que o hambúrguer está entre os três mais vendidos no Brasil. Para agradar aos fãs, a rede volta e meia lança versões turbinadas com mais um hambúrguer ou com bacon, por exemplo.

E, não por acaso, ele é o sanduíche mais copiado pelas hamburguerias abertas recentemente. É bem fácil encontrar uma que sirva um burguer com cheddar e cebola caramelizada. Alguns levam bacon, molhos diferentes, maionese, picles, etc. Mas a essência está lá. A seguir, alguns lugares que servem hambúrgueres inspirados na rede de fast-food norte-americana.

Busger
O sanduíche que leva o nome da rede de hamburguerias montadas em ônibus antigos tem pão australiano, hambúrguer de 160g, cheddar duplo gratinado no maçarico, cebola caramelizada, tomate, agrião e maionese de pimenta. Custa R$ 27.

Cão Véio
Bulldog inglês (R$ 39): burguer de 200g de carne de boi Angus, bacon, cheddar inglês, cebola roxa caramelizada, pepino em conserva e molho barbecue, no pão preto.

Cabana
O Sunrise (R$ 23) tem burguer com queijo cheddar, cebola caramelizada e molho Cabana, no pão de brioche.

Stunt Burger
Smash Bacon (R$ 19): burguer de 110g, cheddar, bacon e molho, no pão artesanal.

The Bear Burger
The Bear (R$ 28): burguer, cheddar inglês, maionese de alho negro, pão de brioche.

Sobre o autor

Pedro Marques já trabalhou em redações e restaurantes, viajou bastante pelo Brasil e pelo mundo para comer e beber bem e trabalha como jornalista de gastronomia desde 2010.

Sobre o blog

Aqui você fica sabendo sobre as coisas mais “daora” dos bares e restaurantes de São Paulo! E outras nem tão daora assim.