Blog Daora

menu
Topo
Blog Daora

Blog Daora

É bao demais!

Pedro Marques

2007-01-20T19:11:13

07/01/2019 11h13

Bao recheado com cupim e chips de mandioquinha, do Bao Bao Baby, na rua dos Pinheiros (crédito: Divulgação)

Comida asiática, infelizmente, não é o forte aqui no Brasil. Ok, a comida japonesa está bem presente, mas é mais difícil achar bons representantes de outros países, como China e Coreia do Sul, fora de endereços específicos. Por isso, chama a atenção a abertura do Bao Bao Baby, na rua dos Pinheiros. A casa – o nome já sugere – é especializada em baos. Mas o que diabos é isso?

Também chamados de buns, são pãezinhos feitos com massa de arroz e cozidos no vapor bem comuns em países como China, Coréia do Sul, Tailândia, Malásia e Singapura. De sabor levemente adocicado e fofinhos, combinam com uma infinidade de recheios. O preparo é rápido e, por serem pequenos, podem tanto funcionar como um petisco ou como refeição completa – é fácil comer três deles.

Até o fim do ano passado, só era possível encontrar esses pãezinhos em alguns izakayas (botecos japoneses), restaurantes chineses (que vendem uma versão diferente, em que o pão é fechado e recheado) e no food truck Bao Hut, que vende seus buns pelo iFood e também estaciona em frente a algumas cervejarias da capital paulista. E foi vendo uma oportunidade nessa comidinha ainda desconhecida que os sócios do Bao Bao Baby, entre eles Sae Kim, do New Shin La Kwan (Bom Retiro) e Paulo Yoller, do Meats (também na rua dos Pinheiros), se juntaram para abrir o Bao Bao Baby.

Inaugurada no fim de dezembro e em sistema de soft opening até o fim do mês, a casa terá sempre quatro tipos fixos: carne, porco, ave e vegetais. Os recheios, no entanto, podem variar: numa semana pode ter um bun de barriga de porco, na outra de porco desfiado e assim por diante. Segundo Sae Kim, a ideia é funcionar quase como um fast food, desde a hora do almoço até tarde da noite, especialmente nos fins de semana.

Neste mês de janeiro, a casa abre durante a semana das 18h à meia-noite, com exceção das quartas-feiras. Sábado e domingo, vai do meio-dia à meia-noite. Quem for conhecer nessa fase, pode aproveitar o preço mais camarada: todos os baos saem por R$ 12. E a partir do dia 24, a pequena lanchonete vai passar a servir frango frito no balde. Para beber, dois tipos de chope artesanal (R$ 15 e R$ 20) e refrigerantes.

Para quem curtir a novidade, vale destacar também o Hirá Ramen Izakaya (Vila Madalena), que tem uma versão com camarão empanado, chamado de emi buns, e o Hidden by 2nd Floor, em Moema, que tem uma versão com kimchi, acelga fermentada e apimentada, uma das comidas mais emblemáticas da Coreia.

Cena do curta de animação Bao, da Pixar (crédito: Divulgação)

P.S.: Para quem quiser saber mais sobre o pãozinho, vale conferir o curta de animação BAO, da Pixar, em que uma massinha ganha vida.

Bao Bao Baby
https://www.facebook.com/thebaobaobaby/

Bao Hut
https://www.facebook.com/baohutsp/

Hidden by 2nd Floor
https://www.hiddenby2ndfloor.com/

Hirá Ramen Izakaya
https://www.hiraramenizakaya.com/

Sobre o autor

Pedro Marques já trabalhou em redações e restaurantes, viajou bastante pelo Brasil e pelo mundo para comer e beber bem e trabalha como jornalista de gastronomia desde 2010.

Sobre o blog

Aqui você fica sabendo sobre as coisas mais “daora” dos bares e restaurantes de São Paulo! E outras nem tão daora assim.