Blog Daora

PUBLICIDADE
Topo

Blog Daora

Para começar o dia bem

Pedro Marques

05/10/2018 13h33

BBQ pulled pork benedict, servido no gastropub Camden House (crédito: Mário Rodrigues/Divulgação)

Brunch é coisa de gringo, o nome já sugere. Cruzamento das palavras breakfast e lunch, começou a ser servido no final do século 19 para atender aos baladeiros nova-iorquinos. "Ao eliminar a necessidade de acordar cedo no domingo, o brunch fará a vida dos beberrões de sábado à noite muito mais feliz e também promoverá a felicidade da humanidade de outras maneiras", escreveu o jornalista inglês Guy Beringer, após conferir a novidade trazida dos Estados Unidos.

A sabedoria contida nas palavras de Beringer foi observada também por outras pessoas. Aos poucos, os brunches foram adotados em outros países, incluindo o Brasil. Por aqui, porém, faz pouco tempo que o brunch passou a ser apreciado fora dos hotéis, quando mais lugares passaram a oferecer esse tipo de refeição.

O combo Williamsburg, do Cateto, com bagel de salmão defumado e bowl de beterrabas assadas com queijo de ovelha e molho de mel picante (crédito: Mário Rodrigues/Divulgação)

O ápice disso é o Brunch Weekend, festival gastronômico que acontece em São Paulo desde 2016 duas vezes por ano – a segunda edição de 2018 é agora nos fins de semana de outubro. São 25 estabelecimentos servindo pratos que ficam no limiar entre um café-da-manhã e um almoço, ao preço fixo de R$ 55. O valor também dá direito a um coquetel, normalmente uma mimosa (espumante com suco de laranja). Ou seja, quem estava na noitada, já rebate a bebedeira; quem se comportou, tem a desculpa para começar a beber.

Até por causa da origem do brunch, muitos pratos não têm nada a ver com o que a gente pensa em termos de café da manhã ou almoço. É o caso do bbq pulled pork benedict, do gastropub Camden House, que vem a ser uma torrada com porco assado e desfiado, ovo e molho holandês; e da avocado toast, do Kofi & Co, que leva brioche tostado, pasta de abacate temperado, tomate cereja,mussarela de búfala, manjericão e aceto balsâmico. Já o Cateto, com unidades na Mooca e em Pinheiros, tem bagel com salmão defumado, sour cream e dill, uma combinação tipicamente americana. Também são servidos mais acompanhamentos, como bolos, tortas e doces, para recuperar/preparar o corpo para mais um dia.

Outra coisa bacana é que vários desses bares/restaurantes continuam servindo brunch depois que o evento acaba e continuam oferecendo comidinhas para quem quer restaurar o corpo após uma noitada e começar o dia bem.

Camden House
Onde: Rua Manuel Guedes, 243, Itaim Bibi
Telefone: (11) 2369-0488

Cateto Pinheiros
Onde: Rua Francisco Pinheiros, 271, Pinheiros
Telefone: (11) 3063-5220

Kofi & Co
Onde: Rua Alexandre Dumas, 1518, Santo Amaro
Telefone: (11) 3624-4838

Brunch Weekend
http://brunchweekend.com.br/

Sobre o autor

Pedro Marques já trabalhou em redações e restaurantes, viajou bastante pelo Brasil e pelo mundo para comer e beber bem e trabalha como jornalista de gastronomia desde 2010.

Sobre o blog

Aqui você fica sabendo sobre as coisas mais “daora” dos bares e restaurantes de São Paulo! E outras nem tão daora assim.

Blog Daora